I T 9 M A R K E T I N G
Atualização do Google de Experiência da Página

Atualização do Google de Experiência da Página – Como Ela Afeta Seu Site

A atualização do Google Page Experience é um conjunto de novos sinais de classificação de SEO que o Google está começando a implementar e será concluído no final de agosto.

Isso significa que se o Google identificar que os usuários do seu site terão uma experiência ruim em suas páginas, elas podem não se classificar tão bem.

Se você deseja maximizar a chance de seu site ser classificado no topo dos resultados de pesquisa do Google, continue a leitura e compreenda em que consiste essa atualização.

Atualização do Google: a Experiência da Página

A atualização do Google Page Experience é a mais recente atualização do algoritmo de SEO lançada em junho de 2021.

O fator de classificação de experiência da página visa priorizar sites que fornecem uma boa experiência do usuário aos visitantes, medida por meio de cinco sinais principais.

Aqui está o raciocínio do Google sobre a experiência do usuário e porque eles acreditam que é importante priorizar nos resultados da pesquisa:

“O sinal de experiência de página mede aspectos de como os usuários percebem a experiência de interagir com uma página da web. A otimização para esses fatores torna a web mais agradável para os usuários em todos os navegadores e superfícies da web, e ajuda os sites a evoluírem de acordo com as expectativas do usuário no celular. Acreditamos que isso contribuirá para o sucesso dos negócios na web, à medida que os usuários se tornam mais engajados e podem realizar transações com menos atrito”.

Fatores de Classificação

A atualização do Google Page Experience se concentrará em cinco sinais:

  • Core Web Vitals – trata-se de um novo conjunto de três métricas que se concentram em como o desempenho se conecta à experiência do usuário, incluindo tempo de carregamento, de interatividade e de estabilidade do conteúdo durante o carregamento. Essas são as métricas analisadas:
    • Largest Contentful Paint (LCP): mede o desempenho de carregamento. Deve ocorrer dentro de 2,5 segundos após o início do carregamento da página;
    • Atraso na primeira entrada (FID): mede a interatividade. As páginas devem ter um FID de menos de 100 milissegundos;
    • Mudança cumulativa de layout (CLS): mede a estabilidade visual. As páginas devem manter um CLS inferior a 0,1.
  • Otimização para dispositivos móveis – se seu site tem problemas com um design compatível com dispositivos móveis, conforme sinalizado pela ferramenta Google Mobile-Friendly Test ou Google Search Console;
  • Navegação segura – se o seu site tem problemas de malware, de downloads prejudiciais, de conteúdo enganoso, de phishing ou de outros problemas semelhantes, conforme sinalizado pelo Google Search Console;
  • Uso de HTTPS – se o seu site tem um certificado SSL e usa HTTPS;
  • Sem intersticiais intrusivos em dispositivos móveis – se o seu site exibe pop-ups / intersticiais intrusivos para usuários de dispositivos móveis que estão clicando na pesquisa do Google (também conhecida como penalidade de pop-up em dispositivos móveis, que existe desde 2017).

O Google não declarou qual peso será aplicado a cada sinal. Não sabemos se todos os cinco terão o mesmo peso ou se alguns sinais são mais importantes do que outros. Por isso, você deve planejar a otimização para todos os cinco sinais.

Experiência da Página x Relevância e Conteúdo: o que é Mais Importante?

A atualização da Experiência da página se concentra na experiência do usuário de uma página, não em seu conteúdo. No entanto, isso certamente não significa que você pode ignorar o conteúdo. Muito pelo contrário.

Mesmo com a atualização do Page Experience, o Google ainda vai valorizar mais o conteúdo e a sua relevância para a consulta de um usuário ao classificar sites.

Por exemplo, suponha que o Google tenha que escolher entre um site com conteúdo muito relevante, mas não muito bom com sinais de experiência de página, e um site com conteúdo menos relevante, mas com ótimos sinais de experiência de página. Nesse caso, o Google ainda dará prioridade ao site relevante primeiro, porque o conteúdo é o determinante mais crucial.

No entanto, se o Google ver dois sites com conteúdo igualmente relevante, ter pontuações superiores de Experiência da página atuará como o desempate para empurrar um site para cima e outro para baixo. É por isso que é muito importante otimizar seu site para os sinais de experiência da página.

Pense na Experiência da página como o fator de desempate para colocá-lo acima de sites igualmente relevantes nos resultados de pesquisa do Google, não algo que possa substituir conteúdo relevante e de qualidade.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:

Quem leu também se interessou por

Deixe um Comentário, uma Dúvida ou Sugestão