Blog

Diferença entre Preço e Valor
Blog, Marketing, Marketing Digital

Pare de Ouvir: “Está Caro!” – Conheça a Diferença entre Preço e Valor

Diferença entre Preço e Valor. Existe uma grande distinção nos negócios entre os termos valor e preço. Uma das citações mais famosas de Warren Buffett é: “Preço é o que você paga; valor é o que você recebe.”

Neste sentido, quando um cliente reclama que seu serviço está caro, é interessante refletir qual o nível de valor que a sua empresa está oferecendo à ele.

Continue a leitura e compreenda melhor o conceito de Preço e Valor, e também aprenda a agregar mais valor à sua oferta de serviços.

Diferença entre Preço e Valor

Diferença entre Preço e Valor

Ao discutir preço versus valor no nível mais elementar, pode simplesmente ser descrito como:

  • Preço é quanto custa um produto ou um serviço;
  • Valor é o que alguém acha que o produto ou o serviço vale para ele.

O consumidor está procurando, no mínimo, um equilíbrio feliz entre estes dois fatores e, idealmente, que o valor do seu serviço supere em muito o preço. Embora isso possa ser alcançado de várias maneiras, a coisa mais importante a lembrar é que o preço não é de forma alguma um indicador de valor.

A Importância de Construir Valor

Considere o conjunto de produtos da Apple. Um iPad é o tablet mais caro do mercado. Provavelmente não custa muito mais para a Apple do que qualquer outro fabricante de tablet desenvolver e comercializar seus produtos, mas eles fizeram um trabalho tão bom na comunicação do valor de seus produtos, que os clientes ficam felizes em pagar um prêmio – e acreditam que é um bom negócio para fazê-lo.

Steve Jobs disse uma vez que o design era mais do que a aparência de uma coisa – é como funciona. Apesar disso, a Apple ainda conseguiu projetar e estilizar seus produtos com maestria para que seus clientes dedicados se sintam bem em usá-los com base no prestígio da marca. Ao usar um iPad, você se sente produtivo, inovador, como um membro da tribo Apple – e isso vale muito para muitas pessoas.

Avalie o Valor da Sua Oferta

Todos nós entramos em nossos negócios na esperança de ganhar dinheiro. Mas a única maneira de fazer isso é agregando o máximo de valor possível ao seu serviço.

A precificação deve estar de acordo com o valor dos benefícios que sua empresa oferece aos clientes, ao mesmo tempo em que deve levar em conta os preços que seus concorrentes cobram.

Para maximizar sua lucratividade, descubra:

  • Quais benefícios seus clientes obtêm com o uso de seu produto ou serviço;
  • Os critérios que seus clientes usam para decisões de compra – por exemplo, velocidade de entrega, conveniência ou confiabilidade;
  • Que valor seus clientes dão ao receber os benefícios que você oferece.

Sempre que possível, defina preços que reflitam o valor que você fornece – não apenas o custo.

Por exemplo:

  • O cliente que precisa de um serviço semanal para aparar seu gramado pode não se importar realmente se a grama está aparada – ele só quer que seu gramado fique melhor do que o gramado de seus vizinhos;
  • Um pai que pede um bolo personalizado para o aniversário de seu filho não quer apenas uma guloseima saborosa, mas também deseja surpreender e encantar seu filho.

Pense nos sentimentos por trás do que você faz – que emoções seus produtos despertam? Qual é a verdadeira motivação por trás das compras do seu cliente?

Entender as necessidades profundas de seu cliente e resolver seus maiores problemas torna-se, inevitavelmente, o desafio de qualquer empresário.

Mas como você descobre isso? Fale com todos os clientes que puder. Envolva-os com pesquisas, e-mails, atenda suas ligações, vá tomar um café – qualquer oportunidade que você tiver de bater um papo com seus clientes é uma oportunidade para entender melhor o valor que você pode oferecer.

O equilíbrio entre custo e valor dá à você a oportunidade de vender seus produtos pelo que valem – pelo que você vale. Essa é a única estratégia sustentável para um empreendedor no mercado atual.

Como Comunicar Seu Valor

Um belo site, páginas cuidadosamente elaboradas e materiais de marketing bem projetados dão aos clientes a sensação de que você está prestando serviços valiosos. Mas a melhor maneira de comunicar valor é compartilhar histórias de outros clientes que aprovam seus serviços.

Depoimentos, análises e histórias de clientes transmitem a experiência que seu produto oferece melhor do que qualquer call to action. O depoimento perfeito deve dar para um cliente em potencial alguns insights sobre a experiência e a sensação que seus produtos e serviços transmitem. Em outras palavras, eles transmitem o valor do seu produto, na linguagem que o próprio cliente usaria.

Os produtos vêm e vão, os custos sobem e caem, os mercados explodem e depois evaporam. Mas se você puder fornecer um serviço ou produto valioso, atender às verdadeiras necessidades e desejos do cliente, e aprender a construir e a comunicar valor, poderá estabelecer uma empresa sólida que obtém os lucros que você merece.

Mais Informações sobre Diferença entre Preço e Valor na Internet:
Ajudar Primeiro, Só Vender Depois
Blog, Marketing Digital

Marketing de Conteúdo: Por que a Abordagem “Ajudar Primeiro, Só Vender Depois” Funciona?

As empresas costumam usar seu blog como veículo de vendas. Entretanto, esta não é a abordagem mais apropriada. Isso acaba reduzindo o impacto que o seu blog pode ter na sua estratégia de marketing. Continue a leitura e compreenda porque a Abordagem “Ajudar Primeiro, Só Vender Depois” Funciona melhor do que promover fortemente sua empresa nas postagens do seu blog.

Ajudar Primeiro, Só Vender Depois

“Ajudar Primeiro, Só Vender Depois”

Seus clientes em potencial chegam a seu blog vindos de mecanismos de pesquisa. Eles estão vendo uma ou mais das suas postagens de blog aparecerem nos resultados da pesquisa para uma consulta que eles fizeram. Quando eles lêem a meta descrição e o título associado a essa consulta, isso desperta seu interesse. Eles acreditam que as informações que encontrarão em seu site podem resolver seu problema.

No nível mais básico, a maioria desses clientes em potencial está no estágio de conhecimento da jornada do consumidor.

Resultados Negativos de Tentar Vender em Seu Blog

Concentrar-se nas vendas em vez de dar aos clientes em potencial o que eles procuram leva a diversos resultados negativos:

  • Cria uma experiência ruim e sem visitantes recorrentes. Se seus clientes em potencial chegarem àquele post no blog e acabarem encontrando apenas um comercial de vendas, eles sairão imediatamente do site e não retornarão. Por quê? Porque eles não encontraram o que queriam. Mais importante ainda, eles tiveram uma experiência ruim de marca com sua empresa;
  • Aumenta as taxas de rejeição, o que afeta negativamente o SEO. Além de perspectivas infelizes, também existem efeitos negativos secundários. Se um número suficiente de visitantes chegar ao seu site e sair imediatamente porque o conteúdo não tem valor para eles, a saída imediata deles aumentará a taxa de rejeição do seu site. Uma taxa de rejeição muito mais alta do que a de seus concorrentes leva a penalidades dos algoritmos dos motores de busca;
  • Se você frequentemente criar posts de blog puramente orientados para vendas, seus resultados dos esforços de Marketing de Conteúdo e de SEO provavelmente irão estacionar.

O que Significa “Ajudar” seu Público

Seus clientes em potencial visitam seu site para se informar melhor sobre seu setor, as soluções disponíveis e como sua solução específica funciona. Essa jornada do comprador leva os clientes em potencial por três estágios do funil de vendas:

  • Consciência;
  • Interesse;
  • Ação.

Cada estágio tem um propósito e fornece transições naturais para o próximo estágio do funil de vendas. Quando seu programa de Marketing de Conteúdo é configurado com conteúdo desenvolvido para cada estágio, você tem muito mais chances de ter sucesso.

“Ajudar Primeiro, Só Vender Depois”

O conteúdo do estágio de conscientização precisa ser informativo e educacional. Pode conter links que levam os leitores a outro conteúdo com foco em um subconjunto específico das informações apresentadas ao leitor. Não deve haver nenhuma venda no estágio de conscientização.

Em vez disso, pode haver algum tipo de CTA (call to action) convidando o cliente em potencial a se registrar para receber um boletim informativo ou para ler outra postagem do blog. Essas “solicitações” exigem um comprometimento mínimo dos clientes em potencial e continuam a movê-los para o estágio de interesse, que é a próxima etapa.

No estágio de interesse, o cliente em potencial está explorando soluções. Aqui, ao invés de avançar com um conteúdo forte de vendas, uma abordagem mais suave deve ser usada, de forma a direcionar o cliente potencial para o estágio de ação. Exemplos de abordagens leves seriam convidar o usuário a baixar um e-book ou a participar de um webinar.

Em seguida, tem o conteúdo do estágio de ação, em que você deve continuar a educar o público, ao mesmo tempo em que se concentra nos benefícios específicos que os clientes em potencial terão ao usar sua solução. Se você se empenhar na venda de recursos, corre o risco de perder clientes em potencial.

Faça a Coisa Certa: Primeiro Ajude, Depois Apresente Seu Produto

Combine o conteúdo com o estágio do funil de vendas apropriado para o cliente em potencial. Se você se concentrar em dar valor e visão aos visitantes, eles o recompensarão descendo no funil de vendas e, por fim, comprando de você.

Mais Informações sobre “Ajudar Primeiro, Só Vender Depois” na Internet
Divulgando Suas Lojas Virtuais
Blog, Loja Virtual

Divulgando Suas Lojas Virtuais – Por Onde Começar?

Divulgando Suas Lojas Virtuais. Nem é preciso dizer que criar um ótimo site de comércio eletrônico é apenas parte da equação. A outra parte é promover sua loja com o objetivo de aumentar as vendas.

Uma loja ou um site por si só não é suficiente para fazer sua primeira venda. Você precisa criar um plano com diferentes técnicas de marketing digital, como SEO, Marketing de Mídias Sociais, Marketing de Conteúdo e PPC para alcançar seus clientes em potencial.

Neste artigo, conheça algumas estratégias para atrair visitas e clientes para seu site.

Divulgando Suas Lojas Virtuais

Divulgando Suas Lojas Virtuais

Uma estratégia é essencial para o marketing de comércio eletrônico, pois sem um plano adequado você acabará desperdiçando um orçamento de inicialização precioso.

Concentre-se em alguns canais e estratégias principais conforme você expande sua loja, mas certifique-se de ter coberto todos os princípios básicos primeiro, para ter a melhor chance possível de sucesso.

Comece um Blog

Blogar é uma maneira fácil e de baixo custo de aumentar o tráfego da web para sua loja e, quando bem feito, também pode ser um grande impulso para sua marca em geral.

Um ótimo blog é um sinal de uma marca de comércio eletrônico confiante que tem algo a dizer.

O blog também é uma excelente maneira de obter mais tráfego orgânico dos motores de busca e também mais leads das redes sociais.

Otimização SEO

Ter um site amigável ao SEO é necessário se você quiser uma boa classificação nas SERPS (Páginas de Resultados dos Mecanismos de Pesquisa).

SEO é uma área do Marketing Digital em rápida mudança e a competição por uma das primeiras posições é enorme, então você precisa manter seu SEO atualizado e em andamento.

Contratar uma boa empresa de SEO garantirá que seu site se ajuste às regras de SEO mais recentes para que sua classificação continue melhorando sem perder clientes para a concorrência.

Publicidade PPC

A publicidade PPC é uma ótima maneira de semear uma nova loja online ou produto com uma nova base de usuários. As campanhas podem ser altamente direcionadas, pois se baseiam nas palavras-chave que as pessoas usam na caixa de pesquisa do Google e você só paga pelos cliques em seus anúncios (PPC), o que também os torna mais econômicos.

Mas este canal de marketing digital pode ser complicado se você não estiver totalmente familiarizado com ele. É muito mais barato e fácil terceirizar seu PPC – contratando uma agência de Marketing Digital para realizar suas campanhas -; isso é algo que você pode querer fazer se estiver perdendo dinheiro e não obtendo cliques suficientes.

Newsletter e E-mail Marketing

Quando você executa campanhas PPC (seja Facebook, Bing ou AdWords) um dos seus objetivos (além de fazer uma venda) é obter o endereço de e-mail de seus clientes potenciais.

Um blog de alta qualidade e com conteúdo interessante é uma das melhores maneiras de fazer isso, mas também uma página de destino bem projetada pode servir a esse propósito para as pessoas que chegam ao seu site a partir do PPC.

Depois de criar uma lista de e-mail, você pode usá-la como parte de seus esforços de marketing por e-mail para enviar um boletim informativo ou outro conteúdo (ofertas e pesquisas, por exemplo) para seus assinantes. As listas de e-mail ainda são convertidas e você ficará surpreso com os resultados.

Críticas e Prova Social

Ninguém vai comprar em sua loja virtual se ela não tiver avaliações positivas. A prova social positiva é o marketing que você não pode comprar – mas você pode realizá-lo de outras maneiras.

Ofereça a seus clientes um código de desconto tentador em troca de uma avaliação ou adicione um ícone em sua loja mostrando quantos clientes satisfeitos você atendeu.

Os consumidores procuram ativamente por prova social quando estão pesquisando uma compra, então certifique-se de exibir seus comentários positivos em alto e bom som. Os melhores comentários têm imagens, muito texto e são úteis para o próximo cliente. Você também pode marcar produtos populares como ‘tendência’, ‘quentes’ e ‘populares no momento’ para ajudá-los a parecerem mais procurados – as pessoas são influenciadas pela popularidade ao comprar.

Lembre-se de que você pode inserir análises de mídias sociais em sua loja online, bem como selecionar análises de sites de análises externas.

Considere investir em um aplicativo ou plug-in que reúna avaliações para você automaticamente, enviando mensagens, e-mails e pop-ups para seus clientes.

Suas Lojas Virtuais com Mais Visibilidade

As maneiras descritas acima são apenas uma parte do que você pode fazer para promover uma loja online.

Lembre-se de que construir uma presença online nos motores de busca, criar campanhas PPC lucrativas ou executar campanhas de mídias sociais bem-sucedidas leva tempo, mas se você tiver um site de comércio eletrônico funcional e bons produtos, com paciência poderá obter bons resultados.

Referência: Databox

Artigo Publicado em: 13 de jun de 2013 e Atualizado em: 15 de fev de 2021

Marketing nas Mídias Sociais: Quais os Benefícios?
Blog, Marketing Digital, Redes Sociais

Marketing nas Mídias Sociais: Quais os Benefícios?

No mundo de hoje, a importância do Marketing de Mídias Sociais nunca foi tão grande. Considerando que o mundo está se tornando digital, faz sentido que as mídias sociais estejam se tornando o lugar ideal para marcas e negócios.

As mídias sociais e suas ferramentas relacionadas oferecem uma variedade de opções orgânicas e de publicidade ao se comunicar com um cliente. As possibilidades e vantagens são inúmeras, já que o marketing de mídias sociais é mais do que apenas lançar seu conteúdo para o mundo ver.

Este artigo apresenta uma visão geral da melhor maneira de planejar sua estratégia de Marketing nas Redes Sociais.

Marketing nas Mídias Sociais: Quais os Benefícios?

Marketing nas Redes Sociais

As mídias sociais podem ser usadas por empresas de todos os tamanhos e para uma variedade de finalidades, principalmente:

  • Promover o nome da sua marca e empresa;
  • Contar aos clientes sobre seus produtos e serviços;
  • Descobrir o que os clientes pensam sobre sua empresa;
  • Atrair novos clientes;
  • Construir relacionamentos mais fortes com os clientes existentes.

As mídias sociais oferecem um imenso potencial para as empresas porque os consumidores costumam acessá-las diariamente e são expostos às empresas.

Plataformas de Mídias Sociais

Diferentes tipos de mídias sociais são usados ​​para diferentes necessidades de marketing, dependendo do seu nicho ou identidade de marca. Identifique as vantagens e desvantagens de cada um para ter uma ideia de qual é o melhor para o seu negócio.

Escolher a plataforma certa para sua marca é tão importante quanto ter uma boa estratégia de mídias sociais, pois define sua abordagem aos clientes. Cada plataforma social oferece um conjunto único de valores e abordagem, pois alguns são mais adequados para certos tipos de negócios do que outros.

O Facebook é uma plataforma muito popular para publicidade. Permite conversar com seus clientes, postar fotos e vídeos, e promover ofertas especiais. No geral, o Facebook oferece uma ótima experiência ao cliente.

Em contraste, o Twitter valoriza mensagens curtas e relevantes, e interações orgânicas. Portanto, você pode usar o Twitter para construir a visibilidade e exposição da sua marca. O YouTube coloca todo o seu valor no conteúdo original e visual, muitas vezes implacável com os comerciais e argumentos de venda.

Da mesma forma, Instagram e Pinterest também são baseados no visual, enfatizando conteúdo esteticamente agradável e informativo. O Instagram cresceu e se tornou um dos melhores lugares para uma propaganda visual do seu negócio.

Benefícios do Marketing nas Mídias Sociais

Obter Atenção

Se as pessoas não conhecem sua empresa, não podem se tornar seus clientes. As mídias sociais aumentam sua visibilidade entre os clientes em potencial, permitindo que você alcance um amplo público usando uma grande quantidade de tempo e esforço. E é grátis criar um perfil de negócio em todas as principais redes sociais.

Construir Autoridade

Os clientes estão cada vez mais experientes e perspicazes sobre os negócios que oferecem suporte. Antes de tomar uma decisão, eles farão uma pesquisa rápida para navegar em seu site e nas redes sociais.

Configurar perfis robustos que você atualiza frequentemente com conteúdo relevante aumenta a autoridade de sua marca e garante uma primeira impressão positiva por meio das mídias sociais, mostrando que seu negócio é confiável, conhecedor e acessível.

Incentiva o Engajamento

As mídias sociais abrem margem para interação instantânea, construção de relacionamento e fidelidade do cliente. Às vezes, uma postagem de mídia social aparentemente simples pode receber várias curtidas, comentários e compartilhamentos.

Facilita a Prestação de Suporte

As plataformas sociais conseguiram quebrar as barreiras entre as empresas e seus clientes. Agora, em vez de ligar para uma linha de atendimento ao cliente, muitas pessoas recorrem ao Facebook ou ao Twitter para resolver problemas ou encontrar informações.

O marketing nas redes sociais pode trazer sucesso para a sua marca. Mas, às vezes, pode ser difícil manter e gerenciar todas as suas contas e campanhas ao mesmo tempo. Conte com a nossa equipe para gerenciar seus perfis sociais e tornar sua marca conhecida. Conheça o nosso sucesso!

Referência: Hubspot