Blog

WhatsApp: Fora do Horário de Trabalho Condenação para Empresas
Blog

WhatsApp: Fora do Horário de Trabalho Condenação para Empresas

WhatsApp: Fora do Horário de Trabalho Condenação para Empresas: Uso corporativo da ferramenta fora do ambiente laboral depende de contratos ou de termos claros entre patrão e empregado, sob o risco de virar prova contra abusos

WhatsApp: Fora do Horário de Trabalho Condenação para Empresas

Mensagens corporativas de WhatsApp fora do horário de trabalho podem gerar processo e já renderam até condenações de empresas, que precisaram arcar com pagamento de horas extras ou danos morais a funcionários.

Embora esteja incorporado à rotina de trabalho dos brasileiros. O Brasil que é um país que atualmente é considerado um dos principais mercados para o APP de mensagens. E sua utilização para o meio corporativo, utilizando da ferramenta fora do ambiente laboral depende de contratos ou de termos claros entre patrão e empregado, sob o risco de virar prova contra abusos.

França tem Lei para a Utilização

O país não tem uma lei específica como a França, que adotou o direito de se desconectar, mas a CLT cita “meios telemáticos e informatizados” ao tratar de trabalho remoto.

Se o empregado receber mensagens de seus superiores via WhatsApp durante o momento de descanso

  • Período de Folga,
  • Finais de Semana ou
  • até mesmo nas férias.

Isso claro, se for sobre assuntos relacionados ao trabalho, poderá pleitear o pagamento de horas extras, segundo Otavio Pinto e Silva, professor da USP e sócio do escritório Siqueira Castro.

“Estamos diante de uma ferramenta tecnológica que pode implicar conexão do trabalhador à empresa. Pedidos feitos pelo empregador fora do horário de expediente podem fazer com que o empregado se ative no horário de descanso, e isso pode significar hora extra.”

Quando o empregado tem de ficar sempre atento ao telefone para verificar se há mensagens da empresa, a situação caracteriza o período de sobreaviso, que também deve ser remunerado, de acordo com Pinto e Silva.

“Nesse caso, mesmo que o empregado não seja chamado ao trabalho, precisa receber por estar em sobreaviso”, diz.

Para o advogado, essa regra geral pode ser flexibilizada. Uma das formas é incluir no contrato de trabalho que o trabalhador pode ser contatado via aplicativo fora do horário de expediente regular.

Outra opção, segundo ele, é a negociação com o sindicato de determinada categoria de acordo ou convenção coletiva sobre o tema.

“A recomendação é que a empresa converse sobre essas situações com o sindicato, de forma coletiva. Essa situação de contato pode ser regulada, e a maior segurança jurídica é quando essa possibilidade do uso [do aplicativo] está no acordo coletivo”, diz.

Reforma Trabalhista permitiu que sindicatos fizessem flexibilizações

WhatsApp: Fora do Horário de Trabalho Condenação para Empresas

WhatsApp: Fora do Horário de Trabalho Condenação para Empresas

Pinto e Silva afirma que a Reforma Trabalhista permitiu que sindicatos fizessem flexibilizações para além do previsto na legislação trabalhista em casos que incluem regime de sobreaviso e teletrabalho.

Para Rodrigo Nunes, sócio do escritório Cascione, as negociações são possíveis, mas dentro dos limites legais de jornada de trabalho, que não pode superar oito horas diárias, com possibilidade de duas horas extras.

“Mensagens de WhatsApp têm sido aceitas como provas na Justiça do Trabalho, e acessar o empregado fora do horário de expediente é fazê-lo trabalhar”, diz Rodrigo Nunes, sócio do Cascione.

Podemos ponderar detalhes, como no exemplo: Se o chefe manda uma mensagem eventual com uma dúvida pontual ao empregado, não há caracterização de hora extra, de acordo com ele.

“Se for algo mais demorado e frequente, é trabalho e precisa ser remunerado. A regra é que o empregado precisa ter seu direito ao descanso respeitado e não deve ter folgas e férias interrompidas”, afirma.

Para mitigar riscos, algumas empresas já passaram a incluir o uso do aplicativo em termos aos funcionários, segundo Paulo Sardinha, presidente da ABRH (Associação Brasileira de Recursos Humanos).

“As empresas dizem que não são culpadas, mas isso nunca as isentará da responsabilidade. O WhatsApp hoje está claramente relacionado às políticas internas e aos código de ética das companhias.”

Uso do Mensageiro Precisa seguir o Rigor de Outras Regras Cotidianas

Para ele, o uso do mensageiro precisa seguir o rigor de outras regras cotidianas, e os grupos com colegas e chefes podem ser encarados como “salas de reunião digital”.

“As condenações de empresas e até pessoais, como o caso da administradora de um grupo que foi responsabilizada por não coordenar o comportamento das pessoas, estão chamando a atenção”, diz.

Enquanto a resposta de e-mail fora do trabalho utilizando assinatura ou não exigia certo dispêndio do trabalhador nos anos 1990, que precisava recorrer ao computador, o WhatsApp se enquadra na comunicação instantânea do Smartphone, que trouxe eficiência, e também risco, às relações de trabalho.

Do lado dos colaboradores, uma orientação comum na área de RH, segundo Debora Nascimento, diretora-geral da consultoria Capacitare, é seguir normas e tentar organizar a rotina para o uso do aplicativo, como responder a mensagens não relacionadas ao ofício no intervalo.

As mensagens de trabalho fora do expediente devem ser evitadas.

“Muitos ficam preocupados se não responderem e querem mostrar que estão disponíveis. É preciso entendimento claro de que todos estão na mesma página.”

O comportamento em Grupos Corporativos, segundo ela, pode ser guiar pela conduta esperada Dentro da Empresa:

  • Comentários relativos ao assunto e “sem uso de palavras de baixo calão”
  • com o adicional de não enviar correntes, memes ou falar de política.
Tornando os Resultados de Revisão mais Úteis - Google
Blog

Tornando os Resultados de Revisão mais Úteis – Google

Tornando os Resultados de Revisão mais Úteis – Google: Atualização do Google no começo de Outubro 2019, Tornando os Resultados Avançados da Revisão mais Úteis.

Tornando os Resultados de Revisão mais Úteis – Google

Os resultados da pesquisa aprimorados, busca orgânica (seo) pelos resultados avançados da análise podem ser extremamente úteis ao pesquisar produtos ou serviços (as pontuações e / ou “estrelas” que você vê às vezes ao lado dos resultados da pesquisa).

Tornando os Resultados de Revisão mais Úteis - Google

Analise o Exemplo de Estrelas nos Resultados de Pesquisa

Para torná-los mais úteis e significativos, agora o google está introduzindo atualizações algorítmicas para as Revisões em Resultados Avançados. Isso também aborda algumas das implementações inválidas ou enganosas que os webmasters enviavam de forma errônea ou enganosa, o google era sinalizado.

Concentre-se nos Tipos de Esquema que Prestam a Revisões

Embora, tecnicamente, você possa anexar a marcação de revisão a qualquer tipo de Esquema, para muitos tipos que exibem revisões em Estrela não Agregam muito valor ou nenhum valor ao usuário ou internauta que está realizando uma pesquisa no Google.

Com essa alteração, o nosso amigo de sempre o Google, está limitando o conjunto de tipos de esquema que podem potencialmente desencadear a análise de resultados avançados na pesquisa.

Especificamente, será segundo o próprio Google exibido apenas comentários com esses tipos (e seus respectivos subtipos):

  • schema.org/Book
  • schema.org/Course
  • schema.org/CreativeWorkSeason
  • schema.org/CreativeWorkSeries
  • schema.org/Episode
  • schema.org/Event
  • schema.org/Game
  • schema.org/HowTo
  • schema.org/LocalBusiness
  • schema.org/MediaObject
  • schema.org/Movie
  • schema.org/MusicPlaylist
  • schema.org/MusicRecording
  • schema.org/Organization
  • schema.org/Product
  • schema.org/Recipe
  • schema.org/SoftwareApplication

Avaliações de Autoatendimento

As antigas Avaliações de Autoatendimento agora já não são mais aceitas e/ou permitidas para LocalBusiness e Organization.

As análises que podem ser percebidas como “autoatendimento” que não são de interesse dos usuários ou do internauta que está realizando uma busca no buscador do google.

O Google entende e chama de avaliações de “autoatendimento” quando uma Revisão sobre a Entidade A é colocada no site da entidade A – diretamente em sua marcação ou por meio de um widget incorporado de terceiros. É por isso que, com essa alteração, não exibiremos mais resultados avançados de revisão para os tipos de esquema LocalBusiness e Organization (e seus subtipos) nos casos em que a entidade que está sendo revisada controla as próprias revisões.

Atualizado em 18 de setembro de 2019:

Melhor explicando, no passado, uma entidade como uma Empresa ou apenas uma Organização poderia adicionar uma marcação de revisão sobre a si mesmo, por exemplo na sua (home) página inicial ou em qualquer outra página interna e, com frequência, fazer com que um snippet de revisão fosse exibido para essa página.

Essa marcação pode ter sido adicionada diretamente pela entidade ou incorporada através do uso de um widget de terceiros.

O google hoje entende isso como o chamado “autoatendimento” isso, porque a própria entidade optou por adicionar a marcação às suas próprias páginas, sobre seus próprios negócios ou organização.

As análises de autoatendimento não são mais exibidas para Empresas e Organizações (os tipos de esquema LocalBusiness e Organization).

Por exemplo, o Google não mais exibirá o Rich Snippets de revisão sobre como as pessoas analisaram uma empresa, se essas avaliações forem consideradas de autoatendimento.

Revisões são permitidas e exibidas para outros tipos de esquema listados na Documentação. Por exemplo, um site de culinária pode usar a marcação de receitas para resumir as resenhas dos visitantes.

Por sua vez, podemos incluir essa rica revisão de revisão para quando essas receitas aparecerem na pesquisa.

Perguntas Frequentes – Dúvidas – FAQ

  • E se eu estiver usando um Widget de terceiros para exibir comentários sobre minha empresa?
    • A Pesquisa do Google não exibirá snippets de revisão para essas páginas. A incorporação de um widget de terceiros é vista como controladora do processo de vinculação de revisões.
  • Preciso remover avaliações de autoatendimento do LocalBusiness ou Organization?
    • Não, você não precisa removê-los. A Pesquisa do Google não exibirá mais snippets de revisão para essas páginas.
  • Terei uma ação manual por ter análises de autoatendimento no meu site?
    • Você não receberá uma ação manual apenas por isso. No entanto, recomendamos que seus dados estruturados correspondam às nossas diretrizes.
  • Esta atualização afeta minha listagem / perfil do Google Meu Negócio?
    • Não, o Google Meu Negócio não é afetado, pois esta atualização se refere apenas à Pesquisa orgânica.
  • Os sites que coletam críticas sobre outras organizações serão afetados?
    • Não, isso é inalterado. Os sites que coletam resenhas podem aparecer com trechos de resenhas (para resenhas de outras organizações) nos resultados de pesquisa.
  • Esta atualização também se aplica ao AggregateRating?
    • Sim. Aplica-se a Review e AggregateRating.
  • Como relato se uma revisão de autoatendimento ainda está aparecendo nos resultados da pesquisa?
    • Google tem em mente criar um formulário especial para isso, se necessário. Já está sendo implementando essa alteração lentamente, então você ainda pode ver alguns casos de estrelas de revisão em que elas não deveriam estar.
  • Adicione o nome do item que está sendo revisado
    • Com esta atualização, a propriedade name agora é necessária, portanto, você deve certificar-se de especificar o nome do item que está sendo revisado.

Esta atualização ajudará a proporcionar uma experiência de revisão muito mais significativa para os usuários, exigindo pouca ou nenhuma alteração por parte da maioria dos Webmasters.

Você pode encontrar todas as atualizações documentadas na documentação do desenvolvedor.

Se você tiver alguma dúvida, sinta-se à vontade para entrar em nossos fóruns para webmasters!

 

Denunciar Conteúdo Impróprio no Instagram Veja Como e Saiba Corre sim Risco
Blog

Denunciar Conteúdo Impróprio no Instagram Veja Como e Saiba Corre sim Risco

Denunciar Conteúdo Impróprio no Instagram Veja Como e Saiba Corre sim Risco: Algo Interessante aconteceu. Um cliente publicou um STORIES no Instagram e pouco tempo depois, a imagem estava embaçada com um Alerta de photos and videos that contain “sensitive” content. Alertei o cliente do caso, que isso é provindo principalmente de DENUNCIA! Recebido de forma irônica,  pois era só um alerta de conteúdo sensível.

Denunciar Conteúdo Impróprio no Instagram Veja Como e Saiba Corre sim Risco

Vamos lembrar que não muito atrás, o Instagram era ame-me ou deixe-me, ou seja Tudo ou Nada, no que diz respeito a fotos e vídeos que ultrapassam os Limites: Sendo assim, Passavam por seu algoritmo ou eram diretamente removidos. Porém a pouco tempo isso mudou, mas nem tudo são flores. Para quem também entende a “Blur Message” como alguma coisa tranquila.

O App aplicativo começou a desfocar Fotos e também aos Vídeos que contenham conteúdo “SENSÍVEL”. Porém note ao detalhe:

“Se Alguém Relatar uma Postagem e a Equipe de Moderação do Instagram Concordar que é “sensível”,

Entenda, aqui neste ponto. Sua postagem foi DENUNCIADA! E acatado pela moderação. Isso não é bom! Dois pontos, para isso ser terrível para você e para seus objetivos.

Denunciar Conteúdo Impróprio no Instagram Veja Como e Saiba Corre sim Risco

  • Se seu Publico denunciou!
    • Seu post está ERRADO, fora da realidade do seu publico algo e interesse da PERSONA! Não é porque você gosta de bolo azul, que seus clientes amam bolo azul. Você pode sim, querer só vender o tal bolo. Porém, limite sua PERSONA e AVATAR a ISSO!
  • DENUNCIA é DENUNCIA
    • Principalmente se foi acada pela moderação. Acredita mesmo, que esse sistema de “A é ruim embaça” vai ser feito o tempo todo com a sua conta? Isso é contra as diretrizes do INSTAGRAM, está sim em risco de perder a CONTA!

Imagem Aparecerá Embaçada

A partir desde momento a imagem aparecerá embaçada e com um aviso impossível de ser ignorado no topo da mensagem:

“Esta foto contém conteúdo sensível que algumas pessoas podem achar ofensivo ou perturbador.”

terá que tocar em um botão antes de ver a postagem. Super difícil, chegar em nosso publico alvo. Analise agora, essa mensagem na cara dele. Acredita mesmo, que seu publico é tão fiel assim?

Não é uma Novidade ( O TIKTOK é uma Novidade e vem crescendo rápido, todos os dias), praticamente para ninguém que faz algum tempo o modelo do app Instagram mudou a forma como compartilhamos nossos momentos com nossos amigos. Com a proposta de tornar aquela foto sem graça algo mais bonito, cheio de vida e profissional com a aplicação de um ou outro filtro, a rede social acabou por mudar alguns dos nossos hábitos.

A hora do almoço agora é o momento perfeito para tirar foto do seu prato e compartilhá-la. O seu bichinho de estimação fez algo engraçado? Tire uma foto, aplique um filtro bacana e compartilhe com os amigos. O Instagram está cheio dessas fotos, que passaram a fazer parte da nossa rotina.

Navegada e Outra, Você pode Topar com uma Foto Esquisita

No entanto, entre uma navegada e outra, você pode topar com uma foto esquisita, de teor violento, de cunho erótico/sexual ou que pode fazer apologia a distúrbios alimentares. Por mais que o serviço deixe Explícito que esse Tipo de Conteúdo é Considerado impróprio e que pode suspender a conta do usuário, alguns deles sempre encontram brechas e maneiras de divulgar o conteúdo novamente.

Isso já aconteceu com alguém conhecido? ou até mesmo se você é uma das pessoas que já passou por essa situação, e não se sentiu nada confortável com isso e não soube o que fazer ou como agir, nós te ensinamos a sinalizar a denunciar conteúdo como impróprio no Instagram. Não perca tempo! A rede social é feita para SOCIALIZAR! Por mais que empresas como a nossa, publiquem sempre conteúdo, o mercado tem que aprender a interagir.

Profissionais, Acreditam no que vem no Trabalho

Muitos profissionais, acreditam que seu trabalho é demasiadamente importante, e provavelmente é! Porém, o bombeiro, o maior dos heróis na minha consciência. (vai aqui um abraço, à todos esses heróis que temos por ai. Inclusive a um primo meu. Ivan) Porém, já pensou se eles decidem que, tem que ser de conhecimento publico suas ações heroicas. Publicando assim, pessoas queimando, agonizando, presas nas ferragens, entre outros tantos salvamentos que esses heróis fazem!

Temos que ter um pouco mais de senso interno. Isso não é moderação, é senso de realidade. Gostaria que seu filho, sobrinho ou filho de algum conhecido por exemplo. Tivesse a oportunidade de ver todos os dias, a qualquer momento, os fatos de salvamento dos bombeiros? Sem qualquer tipo de moderação? apenas porque o Profissional Bombeiro, acreditou que seu trabalho é tão importante que tem que ser divulgado?

Ao encontrar uma imagem que considere imprópria, acesse-a e role a página até o fim. Encontre, no canto inferior direito, o ícone com os três pontinhos.

 

Na postagem que acredita ser imprópria, encontre o ícone ao fim da página para fazer a denúncia.

Ao clicar no ícone, surge um menu de opções. Selecione a opção “Denunciar conteúdo impróprio”.

 

Selecione esta opção para denunciar conteúdo impróprio

Uma nova tela é apresentada. Nela, você poderá escolher a que tipo de conteúdo impróprio aquela imagem se refere. A primeira das opções é “Eu não gosto desta foto”.

 

Selecione a primeira opção caso não goste de uma foto

Ao clicar em “Eu não gosto desta foto”, você será redirecionado a uma página que lhe orientará a bloquear o perfil daquela pessoa.

O Instagram lhe instruirá sobre como bloquear o perfil

A segunda opção, “Esta foto é spam ou uma fraude”, fará a imagem ser automaticamente reportada à equipe responsável pela análise de denúncias no Instagram.

 

Se julgar uma imagem como sendo spam ou fraude, selecione a segunda opção

A tela que surge ao optar pela segunda opção confirma que sua denúncia foi feita e registrada diretamente.

 

Esse tipo de denúncia é reportada diretamente ao Instagram

“Essa foto coloca pessoas em risco” é a terceira opção disponível. Utilize-a para denunciar imagens que retratam autoflagelação, perseguição online (cyberbullying) ou uso de drogas.

Denuncie abusos selecionando a terceira opção disponível

Ao selecioná-la, é possível discriminar que tipo de conteúdo você quer denunciar ao Instagram.

Indique a que tipo de abuso aquela imagem se refere

Por último, mas não menos importante, a opção “Esta foto não deveria estar no Instagram” deve ser usada em casos de nudez, pornografia, violação de direitos autorais ou discursos de ódio.

 

Para casos de pornografia ou violação de direitos autorais, selecione a última opção

Ao escolher esta última, o usuário é apresentado a uma lista para que descrimine a que tipo de denúncia ele se refere.

 

Indique o porquê a foto não deveria estar no Instagram

Para o caso de denúncia de violação de direitos autorais, o usuário será encaminhado à tela abaixo e não a um formulário. Para acessá-lo, basta rolar a página para baixo e buscar pela opção “Denuncie uma violação”. Nela, é possível selecionar duas opções e, então, ser direcionado a um formulário.

 

Para os casos de violação de direitos autorais, você será redirecionado a esta página

Por fim, para os casos de perfis cujas fotos sejam impróprias em sua maioria, o usuário poderá fazer a denúncia do perfil. Para isso, basta acessar o perfil e buscar pelo ícone na parte superior direita do app.

 

É possível fazer a denúncia de um perfil inteiro

Ao clicar nela, será apresentado um menu semelhante ao de denúncia de fotos. Basta selecionar a opção “Denunciar conteúdo impróprio” e aguardar a tela de confirmação.

 

Denuncie-o como Conteúdo Impróprio e o Relatório será enviado diretamente ao Instagram

 

Alerta para as Segundas Intenções

É bom recordar aqui que todas as denúncias que são encaminhadas à plataforma são analisadas e avaliadas pelo Instagram segundo suas Diretrizes e Termos de Uso (Quem dita as regras é a rede, já leu o contrato?).

Denunciar uma foto ou perfil não significa que eles serão excluídos ou bloqueados automaticamente.

Tamanho da Meta Descrição em 2019 - Google e suas Novidades
Blog

Tamanho da Meta Descrição em 2019

Tamanho da Meta Descrição em 2019: O atual comprimento em 2019 da Meta Descrição está entre 120 e 158 caracteres, até precisamento o valor de 920 pixels para Desktop e entre 120 e 158 caracteres com até 680 pixels para mobile.

Tamanho da Meta Descrição em 2019

Práticas Recomendadas para a Meta Descrição (última atualização: 20/08/2019)

Qual o comprimento devem ter as Meta Descrições?

Confira nosso infográfico abaixo:

Tamanho da Meta Descrição em 2019

Quantos Caracteres normalmente utiliza em Meta Descrição?

Lá no começo do ano, logo no início do mês de Maio, o comprimento da meta descrição no Google foi reduzido após a última atualização em dezembro de 2017, quando o comprimento atingiu limites de até 290 caracteres. Agora, o gigante de buscas Google voltou aos limites por eles impostos anteriormente. As melhores práticas em 2019 são as mesmas de 2018 – mantenha-as entre 120 e 158 caracteres. Para verificar suas meta descrições, utilize uma ferramenta online gratuita ou plugin caso utilize o WordPress como por exemplo o Yoast. Cuidado com as instalações desatualizadas do WordPress cheias de Bugs.

Em nosso guia anterior sobre o que é uma meta descrição, fizemos um teste rápido para provar que o comprimento da meta descrição não depende do número de caracteres, mas da largura em pixels.

Limites Máximos

O comprimento da nova meta descrição do Google é de até 920 pixels, o que pode permitir até 158 caracteres.

Em dispositivos móveis, o limite máximo é de cerca de 680 pixels e 120 caracteres.

Comprimento do título “Meta” em 2019

O Google mostra até 600 pixels em uma área de trabalho. Você pode verificá-lo com a ferramenta de visualização SERP.

Recomendações:

Se a maioria dos seus clientes vem do Google para o seu site, você deve parar de escrever meta descrições mais longas. Talvez até pense em voltar aos limites antigos e reduzi-lo novamente.

Google LLC é uma empresa multinacional de serviços online e software dos Estados Unidos.

Tente colocar todas as informações mais interessantes e intrigantes nos primeiros 120 caracteres para que as informações sejam exibidas em qualquer outro mecanismo de pesquisa, dispositivos móveis e mídias sociais. Lembre-se de que o objetivo da sua meta descrição é fazer com que o visitante clique no seu site.

As meta descrições precisam ter como alvo as palavras-chave pesquisadas. Caso contrário, o Google gera descrições do conteúdo do site.

Você ainda pode manter a meta descrição clara, simples e atraente, para que ela se destaque entre outros trechos extensos de resultados.

Use nosso verificador para descobrir se o comprimento da meta descrição se encaixa perfeitamente em dispositivos móveis e de mesa no Google, Bing e Yahoo.

Utilizar uma URL já bem posicionada na SERP, alterar boa parte do seu conteúdo interfere nos resultados

Tenho uma URL que já está bem posicionada na SERP há um bom tempo, mas o site passara por uma alteração grande de conteúdo, não deixando de ter relevância ao termo já indexado e bem posicionado. Após fazer isso o site perde posições ou mantém?

Isso depende muito da arquitetura adotada no novo site. Ser for adequada, bem planejada e com foco em pessoas, basta você fazer um redirecionamento 301 das páginas antigas para novas e tudo se arranja de forma natural. Redirecionamento é o último recurso sempre! não utilize com frequência. Se pudesse manter as URLs antigas seria bem interessante. Mas não se preocupe com isso, apenas faça o redirecionamento certo.

Você deve seguir sempre os princípios técnicos do Google. É a melhor forma para alterar o conteúdo de um site, contudo, não temos como prever o impacto dessas alterações na SERP do Google sem ter a possibilidade de analisar cuidadosamente o caso.

Em tese, se as alterações forem melhores, com a inserção de conteúdo novo, não haverá perda considerável nos resultados, mas não dá para garantir nada, pois tudo o que for dito antes do Google processar as referidas alterações é mera especulação.

Temos Novidades na SERP do Google?

Como o verão chegou ao fim no hemisfério norte do planeta (está deixando muita gente com dor de cabeça pensando nas atualizações), o ponto médio do verão nos Estados Unidos, surgem cada vez menos atualizações importantes da área (talvez todos no Google estejam de férias?).

Agora é um bom momento para relaxar e se preparar para o final da temporada de férias e o inevitável retorno do tumulto habitual de marketing. No entanto, nosso digest está aqui para ajudar a acompanhar todas as novidades que acontecem no Google.

Atualizações de ferramentas do Google, e uma nova série de vídeos que será útil para todos.

NOTÍCIAS DO GOOGLE SEARCH

Testes e Atualizações nas SERPs. Como já um conhecido e costumeiro principio, o Google nunca para de testar novos recursos de pesquisa. Confira alguns recursos que foram vistos pelos usuários nas últimas duas semanas (e documentados pelo Barry Schwartz):

você quer saber mais? Fique sempre ligado as dicas do Site da IT9 Marketing e também aos posts do Marqueteiro Danillo Leite. Sempre com muita informação, principalmente no Instagram. Qualquer dúvida, como sempre é só perguntar.

  1. Seção “Mais imagens” no Snippet em destaque visto por @type_SEO:
  2. Mais caixas de pesquisa relacionadas na Pesquisa de imagens:
  3. “Algumas consultas populares”, que aparece quando uma consulta não retorna resultados. Esse recurso foi visto por alguns usuários na Índia, incluindo @mayank_jee:
  4. Layout novo do Google Notícias:
  5. Nova caixa de visualização na Pesquisa de imagens:
  6. Anúncios no carrossel “people also view” :
  7. Google diz adeus à regras não documentadas no Robots.txt
    O Google anunciou no Twitter ontem que está se despedindo de “regras não documentadas no robots.txt”.

No post no blog, eles afirmam:

“Criando nossa biblioteca de open-source, analisamos o uso das regras do robots.txt. Em particular, nos concentramos em regras não suportadas pelo recurso de rascunho da Internet, como crawl-delay, nofollow e noindex. Como essas regras nunca foram documentadas pelo Google, naturalmente, o uso delas em relação ao Googlebot é muito baixo “.

ROBOTS.txt

O que você deve saber é que, se estiver usando crawl-delay, nofollow e noindex no seu arquivo robots.txt, eles serão ignorados pelo Google a partir de 1º de setembro de 2019. Para você quem estava usando esses recursos, o Google deu as seguintes opções alternativas:

Noindex no meta tags do robots: Com suporte nos cabeçalhos de resposta HTTP e em HTML, a diretiva noindex é a maneira mais eficiente de remover URLs do índice quando o rastreamento é permitido.

Códigos de status HTTP 404 e 410: Os dois códigos de status significam que a página não existe, o que eliminará esses URLs do índice do Google depois que eles forem rastreados e processados.

Proteção por senha: A menos que a marcação seja usada para indicar conteúdo de assinatura ou pago, ocultar uma página com um login geralmente remove ela do índice do Google.

Gary Illyes do Google concordou e explicou que os sites estão se prejudicando, então a decisão foi tomada