Web

Links
Clients, Desenvolvimento de Site, Marketing Digital, Redes, Redes Sociais, Web

Busca Orgânica

A Busca Orgânica é uma forma de se obter respostas de maneira natural ao procurar determinada empresa, assunto, nome e lugar, por exemplo, nos mecanismos de busca, como o Google, o Yahoo! e o Bing.

Busca Orgânica? O que é!?!

Esses resultados se apresentam em forma de URLs (links), listados em ordem de relevância nessas ferramentas de busca, e não são obtidos

Busca Orgânica

através de propagandas, consequentemente, as pessoas acabam confiando mais nestas respostas do que nos links patrocinados.

Como funciona a Busca Orgânica

A maneira mais indicada e utilizada para que um assunto, empresa ou marca, por exemplo, esteja bem posicionada nas buscas orgânicas, é através da técnica conhecida como SEO (Search Engine Optimization).

Como o próprio nome já diz, é uma forma de otimização de sites utilizada para aumentar a visibilidade do seu produto e, ao mesmo tempo, de atrair mais usuários, gerando assim, credibilidade e fortalecimento da empresa.

Essa otimização é feita, basicamente, através do uso de palavras utilizadas estrategicamente como forma de resumir os temas abordados no texto, que devem estar em destaque com o intuito de gerar bons resultados para a empresa em questão; de conteúdos aprofundados e escritos conforme as técnicas de SEO. Além disso, deve contar com um layout funcional, harmonioso e agradável, e que, principalmente, tenha relação com a sua marca e com o seu público-alvo.

Atualizações necessárias para melhorar a Busca Orgânica

Dentre tantas mudanças, atualizações e investimentos para auxiliar no ranqueamento das Buscas Orgânicas, as que mais acabam se destacando são o uso de vídeos, de links, das keywords (palavras-chaves), do RankBrain, da adaptação de sites para navegação através de aparelhos celulares, além d

 

os textos com conteúdos mais completos e de qualidade.

O RankBrain é um dos principais algarismos bases do Google. Ele influencia diretamente nas estratégias de SEO e se trata de uma inteligência artificial que interpreta os termos digitados no campo de busca e intui quais podem ser os possíveis resultados para a pesquisa desejada.

A adaptação dos sites para a versão mobile (Google Mobile First Index) ganhou força no ano de 2018 como forma de otimização para as Buscas Orgânicas, assim como o uso de vídeos complementares como estratégia para produção de conteúdos.

Os investimentos em textos mais aprofundados, relevantes e de qualidade, juntamente com o uso de palavras-chave

s espalhadas estrategicamente ao longo de todo o conteúdo, fazem com que um link esteja bem posicionado no mecanismo de busca.

Uma observação importante, é que essas palavras-chaves apresentam melhores resultados quando acompanhadas das LSI Keywords (Latent Semantic Indexing Keyword), que são expressões ou palavras diretamente relacionadas às palavras-chaves principais do conteúdo em questão.

Elas servem para que o texto seja associado ao seu tema principal e não tenha seus termos estratégicos (expressões, frases ou palavras)  confundidos com assuntos que utilizam a mesma palavra, mas com um sentido diferente.

Outro fator importante está relacionado com o uso de links internos e externos para validar ou até mesmo complementar alguma informação que esteja passando.

 

A importância da Busca Orgânica para a sua Empresa

Por isso, aqui na IT9 – Marketing Digital, você encontra profissionais especializados no assunto e capazes de fazer com que a sua empresa, serviço, serviço médico ou marca esteja bem posicionado na lista de buscas de qualquer mecanismo voltado para essa função.

Conforme as atualizações forem sendo realizadas, iremos nos reinventar para que a sua empresa apareça como uma das primeiras da página, e consequentemente, para que possamos entregar resultados satisfatórios para você.

Blog, Web

Como evitar aquele chato AutoRefresh nas páginas – Atualizações Automáticas

Diversos sites adotam a técnica: adicionar uma pequena metatag no código da página para que, de tempos em tempos, o navegador automaticamente recarregue o conteúdo por completo. Podem ser dez minutos, bem como dois minutos, isso depende do proprietário do site. O AutoRefresh incomoda muita gente, mas tem seu motivo de existir, como eu explico mais abaixo – e também explico como desativá-lo em alguns navegadores, então fique ligado.

Eu vejo dois motivos para que um site adote o recarregamento automático das páginas. Primeiro e mais provável de todos, para gerar novos pageviews e assim inflar as estatísticas do domínio. A maioria dos sites vive de publicidade, inclusive este aqui que você está lendo. Vendemos espaços em nossas páginas para os anunciantes, que compram impressões (de anúncios). A cada vez que a página é carregada, conta mais uma exibição de anúncio.

Não é tão simples assim. A publicidade na rede depende de outros fatores, como tempo de navegação, taxa de rejeição e daí por diante. Anunciantes tentam combinar esses fatores na hora de escolher em que veículo colocam suas propagandas. Pageviews entram na conta – quanto mais, melhor para o site.

O outro motivo, dessa vez mais idealista, é manter o conteúdo sempre atualizado. Digamos que você está num site de jornal e quer as notícias frescas. Se esquecer o navegador aberto enquanto executa outra tarefa (Trabalhar, que tal?), ao voltar nele depois de duas horas é bem provável que você queira ver as notícias atualizadas. O AutoRefresh dá uma mãozinha nessa aspecto. Por outro lado, pode ser usado também em páginas de matérias – quem nunca se perdeu em uma leitura depois que o browser recarregou sozinho? Aí incomoda mesmo.

Desativar o AutoRefresh

Para nossa alegria, desativar o AutoRefresh é moleza em diversos navegadores. Eles vêm de fábrica com ajustes para evitar o carregamento forçado. Pena que o Chrome, justo aquele que mais leitores do Tecnoblog utilizam, não oferece a tal opção. Começando pelo browser do Google, a dica é instalar a extensão Stop AutoRefresh, criada por um espanhol. Já que o Chrome não oferece um jeito fácil de desativar a metatag do carregamento, foi preciso interceptar algumas chamadas, verificar se elas vêm do AutoRefresh, para em seguida rodar um pequeno código que evita o primeiro AutoRefresh. Os demais também são evitados.

Extensão Stop AutoRefresh no Chrome

No Firefox (versão 14.0), o segundo navegador mais usado por aqui, é simples: vá em Ferramentas > Opções > Avançado. Marque a opção “Alertar se sites tentarem redirecionar ou recarregar a página”.

Firefox

E agora no Internet Explorer (versão 9), o navegador da Microsoft que muita gente continua usando: clique no botão de configurações (fica ao lado da “estrela” que indica favoritos) > Opções da Internet > Segurança > Nível Personalizado > procure por “Permitir META REFRESH” e marque a opção “Desabilitar”.

Internet Explorer: também simples

Quem utiliza o Opera , da Opera Software, vá no botão Opera > Configurações > Avançado > Rede > desmarque a opção “Habilitar redirecionamento automático”.

Opera

Aqui a nossa intenção não é demonizar os sites que adotam o AutoRefresh, qualquer que seja o motivo alegado para isso. O internauta tem a possibilidade de desativar a metatag que permite o carregamento automático.

chat do Facebook
Facebook, Web

Evite que seus amigos saibam que você leu uma mensagem no chat do Facebook

Chat do Facebook

Chat do Facebook

[dropcap style=”default, circle, box, book”]D[/dropcap]esde que o Facebook implementou a nova funcionalidade em seu serviço de bate-papo(chat do Facebook), os navegantes não param de comentar a respeito. Para uns, saber que a outra pessoa leu sua mensagem no chat do Facebook é genial, pois é possível ter ideia do quão interessada ela está na conversa. Já para os que não suportam ter de ficar respondendo àquele parente chato, ao amiguinho pedante, ao chefe ou ao namorado enquanto trabalha, acaba pegando mal ou soando como: “eu até li a sua mensagem, mas não estou com a menor vontade de responder agora”.

[box style=”1″]Compre com segurança em nossa loja

[rss-slider-on-post setting=”1″]

 

ABCTudo|IT9

[/box]

O recurso, que avisa quando uma mensagem foi lida pelo destinatário, não pode ser desativado pelo próprio Facebook. É necessário recorrer a um plugin chamado Chat Undetected para conseguir desativar o detector de mensagem lida. Ele é compatível com o Chrome, Firefox, Internet Explorer e Safari.

Após instalar o complemento em seu navegador e reiniciar o programa, você já estará apto a conversar tranquilo no chat do Facebook, sem que ninguém saiba que você leu a mensagem enviada. Mas, como você já deve esperar, o Chat Undetected é uma via de mão dupla: apesar de evitar que os outros saibam que você leu a mensagem, ele também não permite que você saiba quando eles leram a sua.

Além disso, o plugin ainda está instável e, mesmo após ser desinstalado do computador, continua causando alterações no Facebook. Na verdade, a desinstalação parece não remover o plugin de maneira definitiva e tem sido alvo de reclamações dos usuários no site onde a extensão está hospedada. Seria preciso acessar o Facebook de outro navegador, caso isso aconteça com você.

Se você deseja tentar mesmo assim, vá em frente! Mas nós recomendamos uma maneira muito mais prática e eficiente de evitar que uma pessoa saiba que você leu aquilo que ela digitou para você no chat.

Você já percebeu que a janelinha do chat fica “piscando” quando uma pessoa tenta falar com você? E continua assim até que você clique sobre ela, tornando-a uma janela ativa. Ou quando você para o mouse sobre ela por mais de 5 segundos. Não seria mais fácil, portanto, apenas ignorar a janelinha? Você pode até estar com ela aberta em seu Facebook, ler o que a pessoa escreveu e mesmo assim ignorar. Usar o Facebook normalmente, até que você finalmente clique sobre ela. Aí sim a pessoa será notificada de que você leu sua mensagem.

Portanto, basta ficar de olho: enquanto a janela estiver piscando, o Facebook não detecta que você leu aquela mensagem, mesmo ela estando aberta em sua página. Basta ignorar. Mas, se você acha que não consegue evitar e vai acabar clicando sobre uma janela piscando sem parar em sua tela, é melhor tentar o Chat Undetected. Principalmente se você tiver total certeza de que nunca mais quer saber de ninguém ciente que você leu a mensagem no chat do Facebook.

chat do Facebook