Clients

Neurologista Infantil SP
Clients

O que faz o Neurologista Infantil (Neuropediatra)?

O que faz o Neurologista Infantil (Neuropediatra)?: A Neurologia Infantil, também conhecida como neuropediatria, é a especialidade que avalia o sistema nervoso central (cérebro, cerebelo e tronco encefálico) e periférico (nervos) das crianças.

O que faz o Neurologista Infantil (Neuropediatra)?

É o especialista médico Neurologista Infantil SP que acompanha o Desenvolvimento Neurológico das Crianças, através de Exames Clínicos em uma Clínica Neurológica, minucioso e análise das aquisições

  • Motoras,
  • Cognitivas e de
  • Linguagem ao longo do tempo,
  • permitindo diagnosticar e tratar doenças.

Os principais problemas trazidos ao neuropediatra são:

O que faz o Neurologista Infantil? Neuropediatra Moema

O que faz o Neurologista Infantil (Neuropediatra)?

O que faz o Neurologista Infantil (Neuropediatra)?

  • Dificuldade Escolar
  • Dores de Cabeça ou
    • Cefaleia
  • Hiperatividade e Déficit de Atenção (TDAH)
  • Tics,
    • Gagueira
  • Alteração do Tamanho da Cabeça e da
    O nome pode parecer até Complicado à primeira vista, mas o Perímetro Cefálico é algo bem simples e que precisa ser calculado para saber como está a saúde do bebê.

    • Forma da Cabeça
  • Epilepsia e
    • O Que são Crises Epilépticas? Crises epilépticas são sintomas decorrentes de descargas cerebrais anormais. Epilepsia é a condição ou a doença que provoca a ocorrência de crises repetidas
      • Crise Convulsiva
          • Convulsões generalizadas incluem o seguinte:
          • Convulsões tônico-clônicas.
          • Crises de ausência.
          • Convulsões tônicas.
          • Convulsões atônicas.
          • Convulsões mioclônicas, incluindo epilepsia mioclônica juvenil.
          • Espasmos infantis e convulsões febris.
  • Meningite
    • Inflamação das meninges, aguda ou crônica, quase sempre de origem infecciosa, com ou sem reação purulenta do líquido cefalorraquidiano.
  • Dificuldade para Caminhar ou
    • Dificuldade para Falar
      • Atraso para Falar
        • Em qualquer idade: Crianças que não Reagem aos Sons ou que não Balbuciam ou Produzem Sons com com a Voz.
        • Causas possíveis do Atraso no Desenvolvimento da Fala, quando não é apenas uma variação normal de criança para criança. · Alterações neurológicas que afetem a cognição (aprendizado, inteligência, memória).
  • Atraso para Caminhar
    • Durante a Primeira Infância, a criança pode demonstrar alguns traços que indiquem o atraso psicomotor.
    • É importante ressaltar que nesse período, do zero
  • Hipotonia (“molinho”, floppy baby)
    • Hipotonia: Condição da Solução que apresenta menor Concentração de Solutos do que outra.
  • Distúrbios do Sono tais como
    • Insônia,
    • Terror Noturno,
    • Bruxismo
    • Apnea obstrutiva
    • etc
  • Paralisia Cerebral
  • Doenças Musculares
  • Erros Inatos do Metabolismo
  • Doenças Degenerativas do Sistema Nervoso
    • Central e
    • Periférico
  • Autismo
  • Síndromes Genéticas

Neuropediatra SP

Neuropediatra, Neurologista Infantil e Pediatria

O pediatra precisa se atualizar constantemente sobre a melhor forma de fazer a vigilância do crescimento e desenvolvimento, linha dorsal da nossa especialidade, mas também sobre o manuseio das doenças crônicas em geral, não perder o foco de sua atenção em relação às doenças agudas, dentro de um contexto de iniquidade sociodemográfica e econômica.

Quando uma criança apresenta problemas no seu desenvolvimento cognitivo, emocional e/ou comportamental e se levanta a questão de quem ou o que pode ser responsável pelo problema, a maioria dos pais tende a culpar a criança e a maioria dos profissionais tende a culpar os pais!

No entanto, a maioria dos cientistas da área sabe que o problema está nos dois, além de estar nos genes, nos neurônios, nas sinapses, nos neurotransmissores, na escola, na vizinhança e nas políticas públicas.

Novas Morbidades

A literatura atual aponta o aumento das chamadas “novas morbidades”, ou seja, as alterações da saúde mental, como um novo desafio para a pediatria.

Mas, já em 1957 Wolf e Smith publicaram um artigo intitulado “O papel do pediatra na saúde mental das crianças” e reconheceram que o pediatra é uma peça-chave no acompanhamento da saúde física, psicológica e emocional infantil.2 Em1967, o cirurgião americano Richmond definiu o desenvolvimento infantil como “a ciência básica do pediatra” e destacou que “o estudo das aquisições cognitivas e emocionais, motoras e da linguagem é o que diferencia o pediatra de todas os outros especialistas médicos”

Afinal, onde começa e onde termina a missão do Pediatra?

Epidemiologia dos problemas de saúde mental da infância e adolescência

Nas últimas décadas tem sido relatado em todo mundo um aumento expressivo da detecção dos problemas comportamentais, emocionais e do desenvolvimento na infância e adolescência, com aumento proporcional até em populações de nível socioeconômico mais favorecido, mas mantém a prevalência absoluta mais elevada entre populações carentes.

Alguns autores sugerem que a tendência dessa situação é de pioria, uma vez que vemos apenas a ponta do iceberg.

O reconhecimento da epidemia de obesidade infanto-juvenil, como um grande risco para a saúde física e mental da nova geração, é inconteste e “visivelmente” evidente. No entanto, o aumento dos problemas de saúde mental da população pediátrica é menos “visível”, mas igualmente ameaçador.

TDAH – Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade

Alterações do desenvolvimento, como transtorno da linguagem e do aprendizado, deficiência intelectual, TDAH (transtorno de déficit de atenção e hiperatividade), TEA (transtorno do espectro do autismo) e outros problemas comportamentais já são as cinco causas mais frequentes de limitação das atividades usuais da criança por condições crônicas nos Estados Unidos, na frente até da asma ou das doenças respiratórias em geral.5,6,10

Vários são os fatores relacionados a esse aumento de prevalência, como mudança de critérios diagnósticos e maior conhecimento da população e da comunidade médica sobre esses transtornos, especialmente dos pediatras.

Também tem contribuído o atual conhecimento sobre os múltiplos determinantes do desenvolvimento infantil, tanto biológicos (como a predisposição genética) como ambientais, e as experiências precoces, que influenciam o cérebro em desenvolvimento, incluindo mudanças do “estilo de vida” das famílias, tanto as que residem em áreas urbanas como rurais.

Blog, Clients, Company, Desenvolvimento de Site, Marketing Digital

Mídia em Transição 10: Democracia e Mídia Digital

Em 1998, o programa de Estudos Comparativos de Mídia do MIT realizou a primeira conferência Media in Transition (MiT) e inaugurou uma série de livros relacionados. A pesquisa dessa primeira conferência MiT apareceu em Democracy and New Media, Jenkins e Thorburn, orgs., (MIT Press, 2003). Agora, (20) vinte anos depois, estamos organizando a décima iteração do evento. Muito mudou ao longo dessas duas décadas, mas o tema “democracia e mídia digital” é tão urgente quanto antes.

Mídia em Transição 10: Democracia e Mídia Digital

Mídia em Transição 10: Democracia e Mídia Digital

Marketing Digital veio para interagir agregar e mudar a forma como fazemos Marketing. Danillo Leite, deixa pela primeira o Campus de Harvard Business, para literalmente pular o muro e adentrar novamente no MiT. Representando o iT9 Marketing e o que pretendemos evoluir para o se manter sempre focado no presente, nos preparando para o futuro.

Democracia e Mídia Digital

Vinte anos (20) atrás, não havia:

  • Facebook,
  • Twitter ou
  • Netflix.
  • iPhones e

Samsung Galaxies ainda não chegaram às Prateleiras

E Siri e Alexa ainda estavam em desenvolvimento. Desde 1998, a mídia passou por uma grande transição. Assistimos a uma mudança do Napster para o Spotify, da Web 1.0 para a 2.0, da CU-SeeMe para a Twitch TV e além dela.

Experimentamos a ascensão das mídias sociais, da mídia cívica, das culturas algorítmicas e temos visto uma concentração cada vez maior de propriedade da mídia.

Eventos de 11 de Setembro

Os eventos do 11 de setembro catalisaram a vigilância do estado e a segurança privatizada usando várias tecnologias de mídia. Sob essas mudanças, há grandes transformações na infraestrutura de mídia global, na plataformatização da Internet e na onipresença do telefone celular.

Nos EUA (Estados Unidos da América), também temos visto mudanças no ecossistema de notícias com os gostos da ProPublica e o jornalismo de envolvimento comunitário. Ao mesmo tempo, a confiança pública na mídia caiu de 55% (Cinquenta e cinco) em 1998 (um mil novecentos e noventa e oito) para 32% (trinta e dois) em 2016 (dois mil e dezesseis), segundo um relatório da Pew.

Para melhor e pior, um crescimento de interesse no ritual da mídia e um declínio no paradigma de transmissão mais familiar está em andamento. Dadas essas mudanças, os conceitos de participação, confiança e democracia estão cada vez mais carregados e foram poderosamente reposicionados.

Como nossa Mídia de Notícias vai Parecer e Soar na Próxima Década?

O que podemos aprender da mídia do passado? O que as perspectivas internacionais podem revelar sobre a variabilidade e plasticidade das paisagens midiáticas? Como as fontes não tradicionais de aprendizado, produção de conhecimento e participação reformulam as esferas cívicas?

Estamos interessados ​​em como essas questões se desenrolam na mídia, seja representada em séries de televisão e filmes, ou representadas em regras e interações entre jogadores em jogos, ou ativadas em mídias comunitárias, música, mídias sociais e programas de rádio. Congratulamo-nos com a investigação que considera estas questões na mídia pública e mídia comercial, com usuários individuais e partes interessadas coletivas, através de infra-estruturas de mídia e textos de mídia, e incorporado em várias épocas históricas ou contextos culturais.

Servidores iT9 Marketing
Blog, Clients, Company, Desenvolvimento de Site, Redes, Segurança, SEO, Servidores

Servidor VPS: O que é, Quando é Indicado? Na iT9 é Gerenciado Sempre!

Servidor VPS: O que é, Quando é Indicado? Na iT9 é Gerenciado sempre! O servidor VPS é uma ótima opção de hospedagem para quem possui um site com um número alto de visitas. Suprimir necessidades Profissionais e de Autoridade principalmente na parte Técnica, como podemos sitar em exemplo o Google. Também é válido para quem possui necessidades que não são atendidas pela Hospedagem Compartilhada. Ao utilizar uma hospedagem VPS, como também é chamada, seu site tem a disposição um servidor de uso exclusivo, que é criado usando tecnologias de virtualização. Utilizado em todos os Cases da iT9 Marketing.

Servidor VPS: O que é, Quando é Indicado? Na iT9 é Gerenciado Sempre!

Caso você nunca tenha ouvido falar de Servidor VPS (Virtual Private Server)? Esse é um tipo de serviço é muito popular para empresas com pedigree. Realizado com negligência por Agencias menores e aventureiros. É vendido pelas melhores hospedagens de sites e também diretamente por Datacenters. Caso da iT9 Marketing, contrata VPS diretamente com Datacenter. Para ter e entregar sempre o melhor serviço.

Diante disso, preparamos um artigo para você entender um pouco mais sobre esse assunto. Pode ser que esta seja uma solução eficiente para você hospedar o seu site ou rodar uma aplicação na Web. Então, não deixe de ler o nosso artigo, aqui apresentamos tudo sobre servidores VPS. Fique por dentro dos assuntos mais recentes, pois com certeza essa é uma das soluções mais utilizadas por gurus e Agências como a iT9 Marketing, que buscam um serviço totalmente flexível e com ótimo custo-benefício.

VPS – O que é servidor

VPS é uma sigla para Virtual Private Server (ou simplesmente Servidor Privado Virtual).

No contexto de servidores, a ideia de um Servidor VPS é muito parecida com os servidores Dedicados (Utilizados pela iT9 Marketing, quando nossa calculadora de recursos o solicita. Nossos clientes, não tem nenhuma preocupação. Nossos técnicos matem sempre tudo funcionando em perfeito estado. Entretanto, nesse caso em especial, um Servidor VPS utiliza os conceitos de virtualização para criar ambientes de hospedagem e execução de aplicações.

Podemos dizer que um servidor VPS é um espaço virtual criado dentro de um espaço físico (constituídos por servidores dedicados). Dessa maneira, um servidor físico pode ser composto por tecnologias de ponta e hardware de última geração para fornecer a melhor experiência para o usuário. Mas, nem sempre os recursos são bem utilizados e é nesse ponto em que entram os Servidores VPS.

Em um servidor VPS, os recursos computacionais são divididos e contidos um mesmo espaço virtual. Considere um servidor físico como uma caixa enorme (um computador de alta capacidade), dentro dela existem outras caixas menores (podemos chamar de servidores virtuais ou instâncias virtuais). Desse modo, as instâncias virtuais podem ser cedidas aos usuários para guardar seus itens pessoas, sem afetar o espaço das outras.

VPS é uma Instância Virtual

Então, um servidor VPS fornece, como uma caixa, uma instância virtual que utiliza o mesmo meio físico para processar aplicações e guardar dados.

Na maior parte, as empresas que mais oferecem serviços de hospedagem VPS são empresas de serviços para hospedagem. No conceito de hospedagem, cada site pode aproveitar um servidor VPS para rodar uma página ou blog (tudo em uma instância virtual), sem interferência de outros usuários do serviço (mesmo se eles estão no mesmo espaço físico).

A diferença de Custos, se dá por todo o desempenho entregue. Serviços baratos, vps de baixa qualidade.

Para facilitar a compreensão disso tudo, podemos pensar em servidores VPS como um enorme condomínio. Cada pessoa que aluga um apartamento reside em um mesmo espaço físico, porém em espaços diferentes (as chamadas máquinas virtuais).

Embora os servidores VPS compartilhem do mesmo espaço físico, os recursos de hardware são contidos para cada máquina virtual. Nesse caso, o serviço de VPS possui um alto nível de segurança, pois um espaço de memória contendo dados de uma aplicação não pode ser acessado ou violado por outros usuários.

Como funciona um servidor VPS

O servidor VPS funciona através da criação de servidores virtuais dentro de uma mesma máquina física, criando assim vários servidores virtualizados muito semelhantes a servidores dedicados. Apesar do funcionamento bastante semelhante, um servidor virtual é, basicamente, um servidor dedicado dividido em várias partes menores.

As técnicas de virtualização, que consistem em criar máquinas virtuais com sistemas operacionais idenpendentes detro de outra máquina, são bastante seguras e garantem o isolamento completo de cada servidor virtual.

Na prática isso confere mais segurança e garante que nenhum outro cliente vai ter acesso a dados ou arquivos do seu servidor virtual (apesar de compartilharem o mesmo servidor físico).

Níveis de Gerenciamento de servidores VPS

Ao buscar mais informações sobre servidores VPS, existem nomenclaturas que podem confundir muito o usuário. Nesse tópico, apresentamos sobre os níveis de gerenciamento de VPS, oferecidos por todas as empresas que fornecem planos de servidores VPS.

Nesse caso, 90% ou seja a esmagadora parte das empresas fornecem três tipos de plano de gerenciamento de servidores VPS: os VPS não-gerenciados,  VPS semi-gerenciados e VPS gerenciados.

Servidor VPS não-Gerenciado

Diferentemente de um servidor VPS gerenciado, no modelo não-gerenciado, o cliente é totalmente responsável por rodar atualizações do sistema operacional, além das configurações das aplicações e alterações mais críticas.

Essa parece uma boa opção para os usuários que buscam liberdade no uso dos servidores VPS. Talvez sua aplicação não rode nas atualizações mais recentes do Sistema Operacional, exigindo que você mesmo tenha o controle sobre isso. Nesse caso, é bom pensar em um plano de Servidor VPS não-gerenciado.

Na maior parte, os Servidores VPS não-gerenciados exigem conhecimento de computação ou de desenvolvimento. Raramente as empresas fornecem uma interface de usuário para este tipo de plano, sendo necessário utilizar linhas de comando para isso.

Então, o conhecimento com Linux é essencial por aqui.

Todos servidores da iT9 Marketing são não gerenciados. Ou seja TOTALMENTE gerenciados por nossos técnicos. Liberdade e desempenho. Tudo o que podemos entregar de melhor ao cliente iT9 Marketing.

Servidor VPS semi-Gerenciado

Em um servidor VPS semi-gerenciado (também chamado de VPS gerenciado parcialmente), existe um certo nível de gerenciamento por parte da empresa de hospedagem. Assim, nem todos os serviços são de responsabilidade única e exclusivamente do usuário.

Embora o modelo semi-gerenciado exija um conhecimento extra por parte do usuário, existe alguns recursos básicos que as empresas de hospedagem fornecem. Nesse ponto, isso vai depender de cada empresa que fornecem a hospedagem em servidores VPS.

Podemos dizer que um Servidor VPS semi-gerenciado é uma extensão dos planos relacionados aos serviços de VPS não-gerenciados.

Dentre as principais vantagens de ambos os modelos (não-gerenciados e semi-gerenciados), podemos destacar o custo reduzido. Como o usuário é responsável pelo gerenciamento do seu próprio servidor VPS, isso acaba reduzindo o custo do serviço (o suporte não precisa agir o tempo todo).

Servidor VPS Gerenciado

Nos servidores VPS gerenciados, as empresas são responsáveis pela maior parte dos serviços dentro dos servidores, o que inclui atualizações periódicas de software e manutenção do sistema operacional.

Em servidor VPS gerenciado, os usuários não precisam se preocupar com questões específicas de manutenção, pois isso tudo é monitorado e gerenciado pelo suporte da empresa em que o plano foi contratado.

Diante disso, esse plano pode ser indicado para usuários que não querem se preocupar com atualizações, manutenção de softwares ou configurações de rede. Nesse caso, a empresa de hospedagem é responsável por tudo isso. Caso você não tenha tempo para focar na manutenção do seu espaço virtual, os servidores VPS gerenciados podem ser uma ótima opção de escolha.

No geral, os VPS gerenciados fornecem um painel de controle simples, pois configurações mais críticas são feitas por terceiros (pelo suporte ou automaticamente por meio de softwares).

Vantagens de um servidor VPS na hospedagem de sites

Recursos computacionais dedicados

Em um servidor VPS, os usuários têm seu próprio espaço virtual (semelhante a um servidor dedicado). Com isso, cada ambiente virtual possui recursos próprios, que podem ser escolhidos conforme os planos oferecidos pelas empresas de hospedagem.

No conceito de virtualização de servidores, os recursos computacionais (como discos de armazenamento, memória e núcleos de processamento) são divididos de forma eficiente nos Servidores VPS. Assim, o usuário pode utilizar os recursos sem qualquer preocupação em extrapolar o limite do servidor, já que aquele espaço virtual não interfere nos outros.

Diante disso, pode-se dizer que um servidor VPS aproveita bem os recursos que possui. Assim, isso é muito benéfico para ambas as partes envolvidas (usuários e empresas de hospedagem).

Custo Reduzido

As empresas de hospedagem oferecem serviços de VPS com um baixo custo para os seus clientes. Isso se deve ao fato do aluguel de um mesmo servidor físico ser compartilhado com outros clientes, eliminando os gastos e barateando o serviço.

Com isso, a relação custo-benefício é muito atrativa para hospedar o seu site. Caso precise de um servidor mais robusto, as empresas de hospedagem também oferecem planos muito atraentes para os usuários mais exigentes, sendo bem mais barato do que contratar planos de servidores dedicados.

Liberdade de uso

Nos servidores VPS o usuário tem total liberdade no uso dos seus próprios recursos no meio virtual. Dessa forma, como aquele espaço é somente seu, existe uma liberdade maior para instalar aplicações (sem interferir no ambiente de seu vizinho).

Além disso, os usuários podem contratar mais recursos sempre que precisarem (respeitando o limite fornecido pelos planos disponíveis). Assim, caso seu site apresente um desempenho insatisfatório, é possível contratar mais recursos para o seu espaço virtual (tudo isso é simples, mas depende de cada empresa de hospedagem).

Escalabilidade de recursos

As empresas de hospedagem sempre monitoram o uso de recursos das máquinas virtuais de seus clientes. Com isso, elas podem fazer recomendações de planos mais acessíveis para aproveitar melhor os recursos para o seu perfil de uso.

Inicialmente, muitos usuários não sabem qual plano contratar e acabam solicitando muito mais recursos do que o necessário. O fato das empresas monitorarem o uso dos ambientes virtuais favorece o usuário. Diante disso, as empresas podem fazer sugestões, permitindo que você migre para um plano mais acessível para o seu perfil de consumo.

Segurança de dados

A segurança é um dos pontos cruciais de uma boa hospedagem. Em um servidor VPS isso não é diferente. Além disso, segurança de dados é um dos tópicos mais buscados para os usuários que querem contratar um plano de hospedagem.

Nesse aspecto, os Servidores VPS são muito seguros. As instâncias virtuais são isoladas das outras, não existe uma interferência ou acesso de ambas as partes.

Mesmo com um nível de segurança tão alto, o usuário ainda pode personalizar seu próprio ambiente, permitindo editar medidas relacionadas à segurança e instalar aplicações para isso.

Customização

Os servidores VPS também são uma ótima opção para quem busca um certo nível de customização de recursos.

Quando o assunto é Servidor VPS, os usuários podem escolher como criar seu ambiente de máquinas virtuais, escolhendo o sistema operacional, configurações de software, aplicações instaladas. Além disso, um cliente consegue rodar vários sites em um mesmo espaço virtual, compartilhando dos mesmos recursos de armazenamento, sem necessidade de comprar um espaço extra.

Para quem é indicado o servidor VPS

Como já abordamos os principais pontos sobre servidores VPS, será mesmo eles são a opção mais indicada para você? Esse tópico pode tirar a suas dúvidas mais frequentes sobre esse assunto.

Servidores iT9 Marketing

Servidores iT9 Marketing

De um modo geral, o perfil de usuários que utilizam os servidores VPS é muito amplo, mas existe um padrão em comum entre eles. Nesse ponto, os servidores VPS são para usuários que precisam de serviços de hospedagem mais robustos.

Outro ponto em comum é que normalmente o usuário da hospedagem VPS precisa fazer personalizações ou configurações avançadas no servidor que não são permitidas numa hospedagem compartilhada. Pelo fato do servidor VPS ser a opção mais em conta depois da compartilhada, ela acaba sendo a melhor opção para estes casos.

De forma resumida, o servidor VPS é indicado para:

  • Sites com Alto Tráfego;
  • Para quem Deseja Customizar o Servidor
    • necessário ter Acesso Root;
  • Para ter mais Segurança;
  • Para quem deseja mais Desempenho.

Desvantagens e Limitações dos Servidores VPS

A maior desvantagem do servidor VPS acaba sendo a necessidade de conhecimentos técnicos para administrá-lo. Porém, algumas empresas oferecem painel de controles que tornam a administração do mesmo tão fácil como a de uma hospedagem compartilhada.

Para quem não tem muito conhecimento técnico, o ideal é buscar por servidores VPS que ofereçam o painel cPanel ou algum outro painel que facilite o gerenciamento do servidor.

É importante verificar também se a empresa de hospedagem não oferece planos muito limitados que com o tempo não vão atender mais suas necessidades e te obrigar a migrar para um servidor dedicado (que é bem mais caro).

Como escolher um servidor VPS

Não existe uma matemática exata para escolher um servidor VPS. Bom se existisse uma forma de calcular quanto de memória e processador você vai precisar, a verdade é que isso não existe.

No geral, se você nunca usou um servidor dedicado e não sabe o quanto de CPU e memória precisa, o ideal é começar pelo plano mais básico e ir aumentando a medida que forem exigidos mais recursos.

Normalmente este tipo de serviço permite fazer esse upgrade do plano facilmente.

Para sites com alto tráfego também é importante avaliar a possibilidade de contratar um servidor dedicado, que oferece ainda mais desempenho que um servidor VPS normalmente oferece.

Portanto, ao contratar um servidor VPS, além dos requisitos básicos (memória e CPU), avalie a qualidade da empresa, o suporte oferecido e os recursos que estão inclusos, como transferência mensal e espaço de armazenamento, para certificar-se que eles atendem as necessidades do seu projeto.

Além disso, é importante também verificar se ele oferece as seguintes facilidades:

  • cPanel
    • Painel de controle que permite gerenciar os recursos do servidor, adicionar contas de e-mails, gerenciar arquivos e muitas outras funções facilmente.
  • WHM
    • Painel que permite criar contas independentes para revender o serviço de hospedagem ou dividir por clientes. Também permite gerenciar atualizações do servidor facilmente.

Tipos de servidores existentes

Para entender o que é um Servidor VPS, precisamos entender um pouco mais sobre como funcionam os servidores. Com isso, existem muitos tipos de servidores, projetados para os mais variados fins.  Aqui listamos os principais tipos de servidores existentes:

  • Servidores VPS
    • Esses servidores implementam uma combinação de virtualização com servidores dedicados. Desse modo, um servidor VPS fornece instâncias virtuais (máquinas) dentro de um mesmo servidor. Tais instâncias virtuais podem ser cedidas ao usuário como uma espécie de espaço para utilizar aplicações, hospedar sites, criar serviços de e-mail, entre outros.
  • Servidores Cloud
    • Esses servidores implementam serviços relacionados a Cloud Computing. Assim, um servidor Cloud fornece um ambiente virtual conectado com milhares de outros servidores em uma mesma rede. Esse tipo de servidor é muito comum em empresas que fornecem serviços de Cloud Computing, como Amazon, Microsoft, Google, HostGator, LocaWeb, etc.
  • Servidores DNS
    • Esses servidores servem para traduzir um endereço IP para nomes de domínio. Nesse caso, ao acessar um site na Internet, o servidor DNS traduz o endereço passado como hiperlink (como www.google.com) e acessa o IP associado a ele.
  • Servidores de Banco de Dados
    • Esses servidores implementam algum tipo de sistema de manutenção e gerenciamento de banco de dados.
  • Servidores Dedicados
    • São serviços que disponibilizam um servidor exclusivo para cada cliente. Em vez de serem servidores virtuais (como no caso da VPS e Cloud) a hospedagem dedicada oferece um servidor físico exclusivo para o cliente.

A Virtualização de Servidores

Para entendermos como funciona os Servidores VPS é necessário falar um pouco sobre virtualização. Nesse contexto, a virtualização permite a utilização da capacidade total de um servidor dedicado, distribuindo os recursos computacionais em fatias, dividindo tais fatias para vários usuários (tudo isso na mesma máquina física).

Em termos práticos, a virtualização permite um melhor aproveitamento dos recursos disponíveis. Dessa maneira, quando um componente de hardware (como memória, CPU ou espaço em disco) não é usado totalmente, ele pode ser alocado para outra pessoa.

A virtualização ainda permite que vários sistemas operacionais sejam executados em uma mesmo servidor físico. Assim, é possível criar tarefas ou aplicações independentes, aproveitando o máximo de desempenho possível, sem desperdício é claro.

De forma resumida, a virtualização transforma o ambiente computacional em uma estrutura que é independente do meio físico. Logo, um aplicativo pode utilizar apenas uma fatia dos recursos computacionais, enquanto as partes ociosas dessa tarefa (como núcleos de processamento não utilizados) podem ser reaproveitados para a execução de algum outro serviço.

Com relação a servidores, a virtualização permite um melhor uso de recursos computacionais, flexibilidade, agilidade e eficiência. Além essas, existem muitas outras vantagens de virtualizar um ambiente, são elas:

  • Em um mesmo equipamento físico (servidor), é possível aproveitar recursos não utilizados (como espaço de memória, núcleos de CPU, etc). Dessa forma, podemos executar (em um mesmo servidor) diferentes aplicativos e sistemas operacionais.
  • Na virtualização, é evidente que a utilização do hardware é muito mais eficiente, pois nenhum recurso é realmente desperdiçado. Com a virtualização, espaços de memória não alocados podem ser reaproveitados para armazenar dados de uma outra aplicação, isso tudo em um mesmo servidor.
  • A dimensionalidade é uma das principais característica da virtualização. Com isso, é possível escolher a fatia de hardware que será doada para cada cliente, aumentando ou diminuindo sempre que necessário (ou dependendo do plano contratado).
  • Uma outra vantagem da virtualização é relacionada ao custo. Implantar vários servidores em um mesmo ambiente físico é realmente custoso. Agora, um mesmo servidor pode ser fatiado, e as tarefas que seriam alocadas para outro servidor podem ser rodadas na máquina virtual.

Isso parece muito interessante, não é mesmo? É por esse motivo que os servidores VPS são tão atraentes, já que a virtualização é um ponto chave dos serviços de hospedagem VPS.

Ainda no contexto de virtualização, a infraestrutura de tecnologia da informação pode fornecer diferentes tipos de virtualização, como a virtualização de servidores, virtualização de desktops e virtualização de aplicações. Preparamos uma lista com a característica de cada um desses modos de virtualização, como mostra o tópico a seguir:

  • Virtualização de Servidores (ou Hypervisor) – nesse tipo de virtualização, um servidor é dividido em instâncias, as chamadas máquinas virtuais (cada uma com um sistema operacional, uma quantidade específica de memória e de CPU). Como os servidores podem ter vários processadores em um mesmo equipamento, é possível dedicar cada processador para uma máquina virtual diferente, permitindo um maior proveito do recurso de processamento.
  • Virtualização de Desktops – nesse caso, existe o isolamento do sistema operacional. Com isso, existe um ambiente central (geralmente composto por vários servidores) para executar o processamento dos computadores (Desktop) dentro de uma mesma empresa. Assim, não é necessário ter computadores robustos em toda empresa, já que existe uma entidade central para fazer tudo isso.
  • Virtualização de Aplicações –  a virtualização de aplicações envolve a emulação de algum sistema em especial. Assim, é possível centralizar um determinado sistema, sem a necessidade de que ele seja instalado em cada equipamento que o acessa. Nesse ponto, a virtualização de aplicações é muito utilizada em serviços de nuvem, onde uma mesma aplicação pode ser acessada remotamente, sem a necessidade de baixar programas (ou partes dele) para a o seu computador pessoal.

Gostou de saber sobre a tecnologia de virtualização? Ela é uma das principais características dos servidores VPS.  Agora podemos saber mais sobre como os Servidores VPS funcional. Então, fique por dentro desse assunto, isso pode te ajudar a melhorar a hospedagem do seu site na Web.

Conclusão

Nesse artigo, apresentamos detalhes sobre os Servidores VPS. Diante de todos os assuntos abordados, os Servidores VPS parecem uma opção muito viáveis para hospedagem de sites, ainda mais se levarmos em conta o custo-benefício disso.

Assim, para cada caso é um caso. Antes de contratar um Servidor VPS, pesquise sobre suas demandas, para não gastar o dinheiro com um serviço que pode não atender todos os pontos do seu negócio.

Aqui na iT9 Marketing, temos

  • Rotina de Backup,
  • Rotina de Testes
    • Desempenho e
    • Falhas
  • Gerenciamento em Massa.

Pensando sempre no Cliente e Resultados os quais entregamos.

Danillo Leite
Blog, Clients, Company, Redes Sociais, SEO

Danillo Leite

Danillo Leite é reconhecido por sua expertise SEO para buscadores de internet, como GOOGLE, BING, Yandex entre outros além de Mídias Digitais. Ajudando os Médicos, clínicas e comerciantes a entender como as tecnologias novas e transformadoras afetam o negócio e a experiência geral em beneficio do cliente.

Danillo Leite

Desde que fundou sua consultoria, a IT9 Marketing Digital. Danillo tem trabalhado com autoridades de suas áreas, focando sua equipe para  ajudar a desenvolver e implementar estratégias de marketing digital eficazes à seus clientes.

IT9 Marketing Digital

Danillo conquistou sua experiência de Marketing e Mídia estudando ao redor do mundo. Como diretor de operações globais, ele criou um plano de marketing integrado para várias localizações.

Negócio de Consultoria – Danillo Leite

Além de seu Negócio de Consultoria, tem também o ABCTudo Notícias, Saúde ABCTudo, Aposentadoria Especial SP, Danillo Leite é amplamente reconhecido por sua excelência docente. Youtube, Google, Facebook, Twitter, Instagram, Linkedin, Piterest e sempre em busca de novidades para seus clientes e para seu time.

Danillo Leite está de malas prontas rumo novamente à Cambridge, Massachusetts, USA e onde irá estudar em Harvard University Marketing para aprimorar seus conhecimentos.Danillo Leite iT9 Marketing

Conhecimento ao Redor do Mundo

  • MTK Londres / UK
  • MTK EN Toronto / CN
  • MTK EN Nova York / US
  • MTK Boston / US
  • São Paulo MTK TOOLS EN  / BR

Nossa Equipe deseja muito sucesso e estamos à seu aguardo para aprender juntos as novidades do Mercado Global.